quarta-feira, 2 de novembro de 2016

BLOG "BESTA FUBANA"

UMA COISA E OUTRA COISA, PODEM SER A MESMA COISA

Estou orgulhoso que só. Estou batendo palmas, alegre que nem pinto em bosta, maravilhado e com um gostinho delicioso de vingança descendo da língua pro coração aberto e largo.
O navio que percorreu, durante mais de uma década, os mares da patifaria, da cafajestice, da roubalheira, da mentira e da molecagem no Brasil felizmente foi a pique. Bateu contra uma rocha sólida chamada consciência popular, fez água e mergulhou fossa a dentro.
O mar acima referido, é o mar de merda e de sujeira que um bando de despreparados, espalhou pelo País inteiro, deixando nossos poderes apodrecidos, mal cheiroso e repleto de nojeiras de todas origens.
Tais criaturas produziram uma das maiores lambanças nunca antes vista na história deste País e ainda fariam mais, se no poder estivessem.
Fizeram do legislativo uma verdadeira latrina, onde os legisladores não passavam (e ainda não passam) de paus mandados do maior de todos os cagões e, ultimamente de uma cagona, que ocupou o principal posto de comando da República.
Fizeram do Judiciário uma meleca, transformando em juízes, despreparados e sem méritos mequetrefes, pegos a laço aqui e ali. Todos pretensos lambe-botas, que, em vista do andar da carruagem e de tudo o que o futuro lhes reservava, resolveram tomar alguma tenência.
Pero no mucho.
O navio acima referido é uma nau fantasma e ilusória chamada de Partido dos Trabalhadores. Uma súcia de gente safada. Quadrilha tão mentirosa, mas tão mentirosa, que conseguiu engambelar até com seu próprio nome, porque no seu interior – podem procurar a vontade -, não há uma viva alma que trabalhe. Todos vivem de trambiques e maquinações, que pensavam ser inteligentes, mas que agora veem, claramente, que foram burrices extremadas, responsáveis por cavar o buraco onde hoje todos eles se enterram.copa-e-bandeira-vermelha
No interior e fora dele também. Principalmente fora dele.
Ratazanas imensas se locupletando do dinheiro tirado dos gritos de dor dos hospitais; das famílias com filhos perdidos pelas negociações inescrupulosas do nosso comunismo de araque, com narcotraficantes sul americanos; das propinas e pixulecos que lesaram o Brasil em mais de 500 bilhões de reais; das polpudas verbas que bem podiam servir à melhoria da nossa segurança pública, mas que foram parar nas mãos de ditadores de republiquetas e que as usaram enriquecer seus pares e famílias; dinheiro da miserável merenda escolar dos nossos estudantes, mas que se prestaram a juntar um bilhão de dólares na conta de um canalha chamado Palocci, que nada mais fez do que tramar as negociatas entre empresas e as campanhas políticas dessa nojeira petralha.
E é melhor parar por aqui. As notícias dessas patifarias consumiriam milhares de páginas, basta ver o imenso arrazoado de provas e declarações, buscadas nos escritórios da camarilha e que não deixam margem de dúvida sobre os horrores praticados por esses infames e desumanos aquadrihados.
São toneladas de papel que compõem o acervo demonstrativo do maior e mais volumoso crime de corrupção já praticado em todo o planeta.
Sim senhores. A corrupção petista no Brasil, ocupa o primeiríssimo lugar na história da corrupção no mundo. Vencemos até a Itália com sua Mani Pulite ou Mãos Limpas, em bom português.
Isso sem contar que o espírito da safadeza invadiu todos os quadrantes da economia do Brasil.
A ambição desonesta tomou conta de tudo transformando seres humanos em verdadeiros monstros de insensibilidade e crueldade a toda prova.
O bolsa família, programa criado para atender apenas à miséria absoluta, passou a ser objeto de negociatas e hoje atende a milhares de abastados e, como dizem os próprios comunistas, burgueses fascistas.
E tome merenda escolar superfaturada, que tira da boca faminta, a única alimentação possível, dado ao estado de insuficiência total da família dos nossos estudantes.
O mesmo se deu com o minha casa minha vida.
E tome falsificação de medicamentos caríssimos doados pelo governo, deixando pacientes sem o necessário combate aos seus males.
E mais: trambiques e trambiques no INSS, que se sanado e expurgado de suas pungas, voltaria a ser factível novamente.
E tudo porque todos compartilharam a certeza da impunidade, exemplificada à farta, nos escalões superiores e que, ainda hoje, não conseguiu levar a efeito algumas aspirações óbvias do povo brasileiro, que é a prisão e condenação do líder maior ou patife mór de toda a ladroagem.
Mas, enfim, parece que as boas novas vieram.
E elas me deixam orgulhoso do meu povo e da minha gente. Graças à luta constante de todos, parece que a vitória, pelo menos parcial, chegou. E arrasadora. E talvez definitiva.
Parece que tiramos o PT do mapa. Parece que d’ora em diante esse poder foi transformado em quase nada e o que resta, em breve deverá ser extirpado.
E aqui fica o meu agradecimento a todos os que lutaram por isso. Seja de que forma tenha sido. Com textos nas mídias sociais, com declarações em rádios e televisões, com panfletagem nas ruas ou mesmo com um simples “ Dilma vai tomar no cu”, dito em côro nas aparições públicas da demônia.
E um abraço para a Polícia Federal que cumpriu seu papel com galhardia.
Outro para Sergio Moro que hoje é homenageado com um dos heróis da lisura, por todo o mundo.
E outro para Juizes corajosos que não se intimidaram com o poder da canalhice vigente.
Graças a eles a corrupção da esquerda parece que vai ter um fim ou vai diminuir sensivelmente.
Agora nos resta a maravilha de sermos verde-amarelos de novo.
Um país democrata de direita.
Direita cujos políticos, a meu ver, parecem pertencer à mesma facção antiga.
Fonte: http://www.luizberto.com/

Nenhum comentário: