quarta-feira, 26 de outubro de 2016

BLOG "BESTA FUBANA"

O INFELIZ TIRO PELA CULATRA!

Já me manifestei várias vezes a favor da Reforma do Ensino Médio.
Na verdade, sou a favor da mudança de toda a educação brasileira que, a rigor, não vem dando certo do jeito que está.
Mesmo a grade curricular das Universidades precisam ser revistas periodicamente, haja vista que se estuda matérias que nem sempre tem a ver com a futura profissão, pela qual se optou.
Não sou dono da verdade e respeito as opiniões contrárias. Mas é preciso argumentos convincentes, sob o risco de perderem credibilidade. Ser contra só por ser do contra é contraproducente.
Como no atual momento político, há quem ainda considere que o governo Temer é ilegítimo e o impeachment, golpe, sempre que os movimentos liderados pela esquerda podem, vão querer arregimentar seguidores, nem sempre conscientes, para as suas ações de protesto.
A atual ocupação de escolas públicas no Paraná é um exemplo concreto disso.
Frustrados por não terem conseguido o que almejavam no ano passado, quando o PT e as forças da esquerda foram derrotadas nas urnas pelo governador do PSDB, Beto Richa, em primeiro turno, alguns professores, liderados pela APP Sindicato, incentivaram a ocupação de escolas públicas por estudantes, sob o pretexto de protestarem contra a Reforma no Ensino Médio que, a rigor, é fruto de estudos desenvolvidos há anos e chegou a ser anunciada pela ex-presidente Dilma Roussef.
Se ela tivesse implantado a Reforma, garanto que esses mesmos professores aplaudiriam a medida. Mas como foi o governo Temer, que eles chamam de golpista, ficaram contra.
Incentivar alunos que eles mesmos, professores, não conseguem controlar a invadir e ocupar escolas é uma insanidade absurda.
Não posso afirmar, mas fiquei com a impressão de que a intenção das lideranças, no ano passado, quando ameaçaram invadir a Assembleia Legislativa do Paraná, era gerar uma vítima fatal, um mártir, para criar um clima de ódio irrestrito àquele governador, especialmente por ser do PSDB.
Mas, apesar dos confrontos entre policiais e professores, como era de se esperar, tenha resultado em violência descabida, com várias pessoas machucadas, rostos ensanguentados etc., felizmente não houve cadáveres.
Ontem, no entanto, um cadáver apareceu, mas como um tiro que saiu pela culatra.
Um dos jovens que ocupava uma escola pública foi esfaqueado e morto por outro colega.
Segundo algumas testemunhas e a própria polícia, os menores estavam consumindo drogas, quando se desentenderam e o crime ocorreu.
Ora, o que podemos pensar quando se incentiva a ocupação de escolas públicas onde jovens, sem o devido acompanhamento e vigilância, consomem drogas?
Quem vai se responsabilizar por esse crime? Será que algum professor da escola, incentivador do movimento de ocupação, vai dormir com a consciência tranquila?
Radicalismos não levam a nada. Nada como o diálogo, especialmente num dos poucos estados da União onde os professores, bem ou mal, assim como todo o funcionalismo público tem recebido o salário rigorosamente em dia.
* * *
FALA SÉRIO!
Se Renan Calheiros, indiciado por crime de corrupção, chama um juiz federal de juizeco, o que não deve pensar de vereadores, prefeitos, deputados e outros políticos menos letrados?
Vereadorecos, prefeitecos, deputadecos, senadorecos, governadorecos, presidenteco… eco, eco, eco…
FALA SÉRIO!
* * *
Ao agredir o judiciário como um todo, chamando um juíz de primeira instância de juizeco, Renan cometeu a mesma burrice da defesa de Lula e do próprio, ao se indispor com os juízes que irão julgá-lo, mais dia, menos dias.
Preparou a própria cama, ou melhor, o próprio catre, onde, por certo, não irá dormir tranquilo.
A sua própria arrogância vai ocupar mais espaço que ele e o jogará para fora do catre, mas não da cela.
FALA SÉRIO!
Fonte: http://www.luizberto.com/

Nenhum comentário: