segunda-feira, 31 de outubro de 2016

A SEMANA (G1.GLOBO.COM)


A semana foi marcada em Brasília por uma crise entre o Senado e o Poder Judiciário. Declarações do presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL), geraram críticas de associações nacionais de juízes e de magistrados, além de uma resposta da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.

A polêmica foi motivada pela Operação Métis, da Polícia Federal, deflagrada após autorização do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília. Na operação, quatro policiais legislativos do Senado foram presos, suspeitos de fazer varreduras em residências e gabinetes de parlamentares a fim de supostamente obstruir as investigações da Operação Lava Jato, na qual deputados e senadores são investigados.

Relembre abaixo as frases que marcaram a semana:
Segunda-feira (24)
Segunda-feira (24): Renan anuncia ação no STF e diz que um "juizeco" de primeira instância não pode, a qualquer momento, "atentar contra um poder".
O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, ao falar sobre 'juizeco' de primeira instância (Foto: Jonas Pereira/Agência Senado)
Terça-feira (25)
Terça-feira (25): Também em entrevista, Renan afirma que "faltou reprimenda" ao juiz que "usurpou" a competência do STF; Cármen Lúcia pede "respeito" ao Poder Judiciário.
Cármen Lúcia pede respeito ao Judiciário; Renan diz que faltou 'reprimenda' a juiz (Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ; Jane de Araújo/Agência Senado)
Quarta-feira (26)
Quarta-feira (26): Renan diz que entrou com ação no Supremo para que a Corte estabeleça os limites de atuação de magistrados.
O presidente do Senado, ao anunciar ação no STF para limitar ação de magistrados (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Quinta-feira (27)
Quinta-feira (27): Juízes acionam o Conselho de Ética contra Renan; após Teori Zavascki suspender a Operação Métis, senador diz, em nota, que "não podemos perder a fé na Justiça".
Renan Calheiros diz que não podemos perder a fé na justiça (Foto: Jane de Araújo/Agência Senado)
Sexta-feira (28)
Sexta-feira (28): Renan declara ter "orgulho" de presidir o Congresso Nacional no mesmo momento em que Cármen Lúcia comanda o STF.
Senador Renan Calheiros diz ter 'orgulho' de presidente Congresso com Cármen Lúcia no STF (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Nenhum comentário: