quinta-feira, 1 de setembro de 2016

FRASES DO DIA (31/08/2016) - INSTITUTO HUMANITAS UNISINOS

Ebola

“Hoje Dilma Rousseff perderá seu mandato. Assim, dos quatro brasileiros eleitos para a Presidência desde a redemocratização, dois terão sido defenestrados. Essa é uma taxa de mortalidade semelhante à do vírus ebola, um sinal de que algo vai mal em Pindorama. Afinal, Dilma será deposta e o deputado Eduardo Cunha, espoleta do seu processo de impedimento, continua com seu mandato” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 31-08-2016.

“Quero já”

“A palavra "golpe" tem uma essência pejorativa. O primeiro grande golpe da história nacional é costumeiramente conhecido como "Golpe da Maioridade" e entregou o trono do Brasil a D. Pedro 2º, um garoto de 14 anos. Antecipando a conduta de Michel Temer, quando lhe perguntaram se ele queria a Coroa, teria respondido: "Quero já". O tempo cobriu a violência do episódio. Argumente-se que quase dois séculos de distância fazem qualquer serviço” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 31-08-2016.

‘Clemente’ e ‘Mateus’

“A posição dos senadores Aloysio Nunes Ferreira e José Aníbal mostram como as paixões alteram condutas e que não são necessários 200 anos. Em 1965, o jovem José Aníbal, como Dilma Rousseff, era um militante da organização Politica Operária, a Polop. Do grupo de 20 estudantes mineiros, sete foram presos, seis foram banidos, um foi assassinado, outro matou-se para não ser preso e quatro exilaram-se, inclusive José Aníbal, que a polícia procurava como "Clemente" ou "Manuel". Aloysio Nunes Ferreira, o "Mateus" da Aliança Libertadora Nacional de Carlos Marighella, participou de um assalto a um trem pagador e exilou-se em Paris. Em 1975, de seis participantes, só ele estava vivo” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 31-08-2016.

‘Estela’

“Numa trapaça da história, Dilma Rousseff, a "Estela", teve dois companheiros de armas dos anos 60 na bancada do seu impedimento. Na defesa de seu mandato, ficou só o protoguerrilheiro amazônico João Capiberibe, senador pelo PSB do Amapá” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 31-08-2016.

Avaliação

“Esses cacos de memória parecem não querer dizer nada, mas daqui a 50 anos dirão tudo ou, no mínimo, dirão mais. A partir de hoje começará a avaliação de Michel Temer” –Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 31-08-2016.

Sem santo

“O placar estava praticamente definido, mas alguns senadores ainda se diziam indecisos para arrancar mais cargos no governo. O peemedebista Garibaldi Alves Filho, que foi ministro de Dilma e agora apoia Michel Temer, arriscou uma piada: "Dizia-se que o Senado era o céu. E eu, quando ocupei a presidência desta Casa, disse: pode ser o céu, mas não tem nenhum santo" – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 31-08-2016.

Quero o meu

“O senador Telmário Mota (PDT-RR) foi ao Planalto nesta terça-feira (30). Disse que só votaria contra Dilma se ganhasse cargos hoje ocupados por afilhados de Romero Jucá (PMDB-RR), seu desafeto político” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 31-08-2016.

Pago pra ver

“Aécio Neves (PSDB-MG) cruzou com Telmário no plenário. “Apostei R$ 50 que você votaria pelo impeachment. Vou perder”, provocou o tucano. “Nem tudo está perdido”, devolveu o colega, indicando que pode votar a favor de Michel Temer” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 31-08-2016.

“Fode-los-ei”

“Resultado do impeachment: sai a turma do "pobrema" e do "pranalto" e entra a turma da mesóclise. A Turma do "lo-ei". A turma do "fode-los-ei" – José Simão, humorista –Folha de S. Paulo, 31-08-2016.

Velhos Carnavais

“E eu já falei que não é impeachment, é reintegração de posse: "Sai daí que nós voltamos". A Turma dos Velhos Carnavais! Rarará!” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 31-08-2016.

Nenhum comentário: