quinta-feira, 15 de setembro de 2016

FRASES DO DIA (14/09/2016) - INSTITUTO HUMANITAS UNISINOS

Cassa

“Agora aproveita e cassa o Renan, cassa o Jucá, cassa o etc.! Se organizar direitinho, todo mundo dança” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Todos, todos, todos

"Vou contar tudo o que aconteceu no impeachment, com todos os personagens que participaram de diálogos comigo. Esses serão tornados públicos em toda a sua integralidade. Todos, todos, todos. Todo mundo que conversou comigo" – Eduardo Cunha, ex-deputado federal – PMDB – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Memória

"Tenho boa memória" – Eduardo Cunha, ex-deputado federal – PMDB, respondendo com um sorriso irônico, ao ser questionado se havia gravado as conversas – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Resistirá?!

“As ameaças do ex-presidente da Câmara viraram o principal assunto em Brasília depois da sua cassação. Ninguém sabe ao certo o que ele está disposto a contar e, principalmente, se o governo Temer seria capaz de resistir a uma possível delação” –Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Dossiês

“Desde os tempos da Telerj, no governo Collor, Cunha cultiva a reputação de fabricar dossiês contra adversários. A diferença é que ele não pode mais usá-los para acumular poder ou ampliar os negócios. Agora as informações do subterrâneo da política se tornaram a sua última arma para tentar escapar da cadeia” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Amigo oculto

“Eduardo Cunha passou a madrugada trabalhando em seu primeiro livro. Escreveu roteiro, sinopse e ordem dos capítulos. O livro que contará todos os bastidores do impeachment constrangerá, em 300 páginas, antigos e novos adversários. Cunha é disputado por três editoras. Esteve com uma nesta terça (13) e se reunirá com outras duas na quinta (15). Obstinado, quer a obra nas prateleiras de Natal — o material irá para a gráfica em 15 de novembro, Proclamação da República” – Natuza Nery, jornalista –Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Vaga na ABL

“Cunha não encerrará a carreira de escritor com o impeachment. Fará um segundo livro “mais picante”, promete a amigos, e fala em redigir um terceiro sobre o dia de sua cassação” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Prioridade

“A prioridade do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) passa a ser agora livrar sua mulher, Claudia Cruz, da prisão” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Eu amo

“Cunha estaria convencido de que o Ministério Público Federal dificilmente concordará em dar a ele os benefícios da delação premiada, como cumprir a pena fora da prisão. Mas poderia concordar em aliviar eventual condenação de Claudia Cruz caso ele decida abrir a boca e contar o que sabe aos procuradores” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Arquivo C

“O arquivo de Cunha atingiria especialmente grandes empresas do país que teriam negociado com ele benefícios na Câmara dos Deputados e em setores do governo. E que teriam participado de encontros com a cúpula do PMDB, inclusive com Michel Temer” –Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Por dentro

“Um desses encontros até já veio a público, na Operação Lava Jato. Cunha organizou reunião entre a empreiteira Andrade Gutierrez e o então vice-presidente Temer. O tema: contribuição para campanha eleitoral do PMDB. Temer já disse que a ajuda financeira foi legal” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Eu odeio

“Apesar de contrariado com o governo Temer, Cunha não pretende transformá-lo na bola da vez, segundo interlocutores. Pode bater no presidente, mas um de seus alvos principais passaria agora a ser também o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL)” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Loja de cristais

“Petistas estão inseguros com a possível ida de Dilma Rousseff para a Fundação Perseu Abramo — ela foi convidada a presidi-la. Temem que o estilo durão se choque com o “soft power” dos intelectuais de lá” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 14-09-2016.

Nenhum comentário: