sábado, 10 de setembro de 2016

FRASES DO DIA (09/09/2016) - INSTITUTO HUMANITAS UNISINOS

Bumerangue

“Nos últimos dias, Cunha procurou dezenas de deputados para pedir clemência. Ele acreditava que seria salvo por causa do grande número de aliados que já contaram com seu apoio para financiar campanhas e outras despesas particulares. A receptividade não foi a esperada. Nas palavras de um parlamentar, Cunha já obteve o que queria ao virar presidente da Câmara. Agora que não tem mais nada a oferecer, ele perdeu a força para exigir sacrifícios em seu nome. Como se vê, o bumerangue está bem afiado” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

Suicídio

“Sábado, dia 10, será o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Convido você a enfrentar o medo e o estigma que cerca o assunto. Se achar que existe alguém vulnerável próximo a você, faça duas perguntas simples: Onde dói? O que posso fazer para ajudá-lo? De coração aberto, sem preconceitos. Nunca julguei meu pai. A dor dele era imensa e só a ele pertencia” – Paula Fontenelle, jornalista, autora do livro "Suicídio: o Futuro Interrompido" (Geração Editorial) – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

Até onde não tem

“Ao cruzar informações, a Justiça Eleitoral vem desnudando o que suspeita ser uma nova frente de fraudes: doações milionárias de quem, aparentemente, nada tem. O TSE identificou 21.072 pessoas que, mesmo em situação de pobreza, transferiram juntas mais de R$ 168 milhões a campanhas municipais. Uma delas, cuja última renda conhecida é de 2010, doou R$ 93 mil. Outras dez desembolsaram mais de R$ 1 milhão, mas não têm renda compatível com tamanha generosidade” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

Não está batendo

“Segundo o TSE, há ainda um grupo considerável de doadores registrados como beneficiários do Bolsa Família ou sem terra. Os dados já foram remetidos ao Ministério Público para averiguação” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

Dívida que enriquece os ricos

“Dilma Rousseff quebrou o governo federal também por subsidiar grandes empresas com capital barato e por baixar impostos. Cobrar menos impostos de empresas em tese é boa coisa. Melhor tributar renda e patrimônio, o que Dilma não fez. Fez dívida, enriquecendo os ricos” – Vinícius Torres Freire, jornalista – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

Quieto

“Michel Temer chegou ao poder com o programa de não bulir nos impostos. A conta do ajuste econômico vai sendo paga na base de redução de salários reais, como de costume e em parte inevitável, mas sem contrapartidas. Ao contrário. Espera-se que o povo fique quieto” – Vinícius Torres Freire, jornalista – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

‘Timing’

“O governo de Michel Temer perdeu o "timing" para rebater o termo "golpista", que é usado pela oposição para classificar o presidente e todos os que apoiaram o impeachment. A conclusão é de pesquisas que a própria equipe de comunicação da administração federal usa para balizar suas iniciativas” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

Palmas

“E eu já disse que o único jeito do Temer não ser vaiado é se levantar e falar em alto e bom som: "PRIMEIRAMENTE, FORA, EU!". Aí, palmas! Pronto!” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 09-09-2016.

Nenhum comentário: