sexta-feira, 9 de setembro de 2016

FRASES DO DIA (07 E 08/09/2016) - INSTITUTO HUMANITAS UNISINOS

Vai ter bis

“Movimentos que defendem a saída do presidente Michel Temer articulam dois novos protestos em São Paulo: um nesta quinta (8) e outro no domingo (11)” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Pé esquerdo

“O centrão já avisou ao Planalto: o início do debate sobre a reforma da Previdência será todo contaminado pela campanha eleitoral. Em meio à disputa, parte da própria base ser verá obrigada a criticar a proposta” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Serenidade, ordem e progresso

“A primeira imagem de Marcela Temer na função de primeira-dama do Brasil é, antes de mais nada, um resumo do que o seu marido quer transmitir no início da gestão como presidente: serenidade, ordem e progresso” – Pedro Diniz, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Brasileira média

“(O vestido de Marcela) soa como resposta a quem acusa Michel Temer de ser um político distante do povo. A roupa de Marcela, mesmo que custe quase um salário mínimo, parece saída do armário de uma brasileira média. O valor agregado a isso é incalculável” – Pedro Diniz, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Dantesco

“Em São Paulo, vi com os meus olhos ainda intactos uma manifestação pacífica, bem-humorada e até "afetuosa", como classificou o jornalista Eugênio Bucci. As cenas acontecidas na dispersão do ato paulistano, registradas em filme dantesco dos "Jornalistas Livres", falam por si só” – Juca Kfouri, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Instintos

“É tão velha como a ditadura civil-militar de 1964 a prática de policiais provocadores que forjam a baderna para dar vazão aos seus instintos, sedentos por guerrear e ferir quem lhes paga os salários” – Juca Kfouri, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Mais deficientes

“Não bastasse a violência da dupla Alckmin/Moraes, há candidatos à prefeitura paulistana que prometem restabelecer os limites de velocidade na cidade, aumentando-os para engrossar as fileiras da delegação paraolímpica brasileira — um quinto dela composta por vítimas do trânsito, como revelou esta Folha na última segunda-feira (5)” –Juca Kfouri, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Bestialidade

“Será demais pedir que o espírito paraolímpico os sensibilize para que parem com tais bestialidades?” – Juca Kfouri, jornalista – Folha de S. Paulo, 08-09-2016.

Desconectados

“Há uma desconexão. É mundial. Para dizer de uma maneira mais genérica: a democracia representativa liberal está em crise porque não há mais essa conexão entre classe, partido e poder.” Afora a dificuldade das legendas de lidar com questões como “raça, gênero, orientação sexual e religião”, há “a crise moral , que também minou os partidos” – Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República – PSDB –Portal Uol, 07-09-2016.

Trump

“Eventualmente, pode um demagogo aparecer aí e levar a melhor. Eu espero que não. Mas pode. Nós vivemos um momento de interrogação” – Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República – PSDB – Portal Uol, 07-09-2016.

A pinguela Michel Temer

“A situação atual é como se fosse uma pinguela. Não é uma ponte, é uma pinguela. Mas, se quebrar a pinguela, cai no rio. É pior. Então, nós temos que apostar que vamos atravessar essa pinguela e vamos chegar do outro lado do rio” – Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República – PSDB, referindo-se ao governo-tampão de Michel Temer – Portal Uol, 07-09-2016.

Hino à bandeira

“Nunca entendi como algumas escolas se preocupam mais em ter alunos que saibam o hino à bandeira do que compreender Guimarães Rosa. Ou Machado de Assis” –Leonardo Sakamoto, jornalista – no seu blog, 07-09-2016.

Seu lugar

“A verdade neste 7 de Setembro é que para muitos, brasileiro bom é brasileiro que sabe o seu lugar de classe e sua função produtiva. E aceita isso sem questionar” – Leonardo Sakamoto, jornalista – no seu blog, 07-09-2016.

Rival

“À primeira vista, a Operação Greenfield (caixa preta dos Fundos de Pensão) ameaça rivalizar com a Lava Jato. Na estreia, bloqueou R$ 8 bilhões e listou 78 investigados. Alguns personagens do petrolão ressurgem no novo escândalo, como o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, e o ex-tesoureiro petista João Vaccari” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 07-09-2016.

Interferência

“Quem buscou se informar nos últimos anos sabe que os fundos sofreram forte interferência política nos governos petistas. O PT dominava a Petros (Petrobras) e a Funcef (Caixa Econômica Federal), e o PMDB dava as cartas no Postalis (Correios)” –Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 07-09-2016.

Fio de novelo

"Investigação é fio de novelo, vai puxando e vamos ver o que vem", disse nesta terça (6) o procurador Rodrigo Janot. Quando este novelo for puxado, teremos uma situação curiosa: separados pelo impeachment, políticos do PT e do PMDB devem se reencontrar no banco dos réus” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 07-09-2016.

Nenhum comentário: