terça-feira, 6 de setembro de 2016

FRASES DO DIA (03 A 05/09/2016) - INSTITUTO HUMANITAS UNISINOS

Tá difícil

“Dona Folha, tá difícil te defender” – Gregorio Duvivier, ator e escritor – Folha de S. Paulo, 05-09-2016.

Contrário

“Um jornal é do tamanho dos inimigos dele. Quando a senhora pede maior repressão a adolescentes desarmados, se alinha com o mais forte e faz vista grossa pra truculência. Jornalismo, pra mim, era o contrário” – Gregorio Duvivier, ator e escritor – Folha de S. Paulo, 05-09-2016.

Pra dedéu


Fonte:  Mídia Ninja
“Fui para avenida Paulista ver a manifestação pelas “Diretas já!”. Tinha gente pra dedéu, bem mais que os 40 mencionados pelo Fora Temer. (Como diz o editor Fabiano Curi, pelos cálculos do Fora Temer devem viver umas 100 pessoas na China…)” – Juca Kfouri, jornalista – Portal Uol, 04-09-2016.

Posse chamuscada

Parlamentares que estavam na mesa que deu posse a Temer têm 76 ocorrências” – título de reportagem publicada por revista Piauí, 31-08-2016.

Cara, cheiro, penteado de golpe

“Foi golpe ou não foi golpe? Outra questão semântica. Teve cara de golpe, cheiro de golpe, penteado de golpe – mas há controvérsias” – Luís Fernando Verissimo, escritor – Zero Hora, 05-09-2016.

Inútil

“O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, aconselhou o governo a não mandar para o parlamento proposta que estabelece idade mínima das aposentadorias antes das eleições municipais. Michel Temer tem dado declarações de que o projeto sobre o tema será enviado ainda em setembro” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 05-09-2016.

Vácuo

"Não é inteligente e é inútil", diz Maia, afirmando que, a partir do dia 14, o Congresso entra em "recesso branco": senadores e deputados ficam em seus Estados participando da campanha eleitoral, que vai até outubro” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 05-09-2016.

Quem cedo madruga

“Os líderes do centrão tiveram dois encontros recentes para tratar da sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Câmara. Além de tumultuar a atual gestão, querem atrair desde já os aliados de Dilma contra um nome do PSDB e do DEM” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 04-09-2016.

Pense bem

“Esses líderes argumentam que os partidos de esquerda seriam mais prejudicados com uma presidência de dois anos nas mãos de tucanos — principalmente no biênio que antecede a corrida presidencial de 2018” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 04-09-2016.

Rusgas

“Um governo que, no primeiro dia como efetivo, anuncia que não cumprirá acordo só pode ter o mesmo destino que o da Dilma” – Paulinho da Força – SD-SP, sobre Geddel Vieira Lima dizer que não recriará o Ministério do Desenvolvimento Agrário, prometido ao Solidariedade – Folha de S. Paulo, 04-09-2016.

Enigma

“Itamar Franco só achou um rumo quando chamou Fernando Henrique Cardoso para o Ministério da Fazenda, José Sarney só conseguiu isso quando, abatido, recolheu-se à ilha do Curupu. A direção de Temer é uma incógnita. Mesmo que suas palavras tivessem o dom de gerar realidade, os dois discursos do dia de sua posse mostram que aquilo que parece ser um enigma é apenas um enigma” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 03-09-2016.

O PSDB fica

“Assim como o PMDB nunca saiu do governo, o PSDB não sairá da base de Temer. Se Mário Covas não tivesse apitado, os tucanos teriam entrado para o governo de Fernando Collor” – Elio Gaspari, jornalista – Correio do Povo, 03-09-2016.

Piscadela

“O golpe parlamentar se consumou, encerrando este ciclo do lulismo, com danos à democracia. Mas, ao garantir, no último minuto, a manutenção dos direitos de Dilma, o Senado mandou um recado à plateia, com uma piscadela: não houve mesmo crime de responsabilidade, a ré é inocente, caiu por razões políticas” – André Singer, cientista político – Folha de S. Paulo, 03-00-2016.

Pesadelo

"Nem no pior pesadelo poderia imaginar o que está acontecendo conosco" – Lula, ex-presidente da República, depois de acompanhar, na última quarta-feira, o discurso de despedida de Dilma, no Palácio Alvorada – O Estado de S. Paulo, 04-09-2016.

POA ou Rio?

“Ela (Dilma Rousseff) me disse que há 70% de chance de ir para Porto Alegre e 30% para o Rio” – Kátia Abreu, ex-ministra do governo Dilma – portal Uol, 04-09-2016.

POA

“Kátia ponderou que Dilma talvez devesse evitar a capital gaúcha, onde o anti-petismo é mais arraigado. Dilma deu de ombros. Respondeu que anda de bicicleta pela cidade em ser importunada” – Kátia Abreu, ex-ministra do governo Dilma – portal Uol, 04-09-2016.

Leigo

“Preocupo-me muito com o Leigo, essa simpática figura de retórica que nunca sabe nada de nada. O Leigo deve estar se perguntando como é que advogados e economistas que se criaram no mesmo lugar, foram amamentados da mesma maneira, estudaram nas mesmas escolas (fora alguns que passaram por Harvard) chegam a conclusões tão diferentes, todas baseadas nos mesmos números, nos mesmos fatos e na mesma Constituição. Como é – deve estar pensando o Leigo – que a Dilma é imputada por práticas não ortodoxas e proibidas, mas que não impediram outros presidentes de praticá-las no passado, impunemente? Por que o Tribunal de Contas da União acordou do seu sono profundo para examinar as contas da Dilma, depois de ignorar as contas de todos os governos do Brasil desde as do Getúlio Vargas? Inclusive as do Juscelino, pai do reinado das empreiteiras? O pobre do Leigo cada vez entende menos” – Luís Fernando Verissimo, escritor – Zero Hora, 05-09-2016.

Nenhum comentário: