quarta-feira, 28 de setembro de 2016

DEU NO JORNAL (BLOG "BESTA FUBANA")

MANCHETE DA TERÇA-FEIRA – MAIS DOIS GUABIRUS ENROLADOS

reus
A 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, por unanimidade, nesta terça-feira (27) abrir ação penal contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, por terem recebido de forma ilegal R$ 1 milhão para a campanha de Gleisi ao Senado em 2010.
Dessa forma, eles viram réus na ação.
Segundo a denúncia da Procuradoria-Geral da República, o dinheiro teve origem no esquema do chamado Petrolão, investigado pela Operação Lava Jato.
O relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, foi o primeiro a votar pelo recebimento da denúncia.
Ele foi acompanhado pelos ministros Dias Toffoli, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.
* * *
vmr
A safadeza cometida por esta parelha de petralhas é a rotineira, a mesma de sempre: corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
A abertura desta ação penal é uma notícia excelente, uma notícia ótima!
É pena que eu esteja compulsoriamente abstêmio, senão iria tomar umas boas lapadas de cana pra comemorar.
Vai chegar o dia em que não haverá um único componente das zelites petralhas – aquela turma asquerosa que fica bem próxima de Lula, lambendo o saco dele -, que não esteja sub judice.
Em breve futuro, os acadêmicos de direito deztepaiz vão estudar em compêndios que terão farto material sobre a ladroeira destes tempos petralhas.
Pela teoria da fubânica petista Cascavel de Resguardo, os cinco ministros que propiciaram esta unanimidade, Teori Zavascki, Dias Toffoli, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, são todos tucanos e filiados ao PSDB. 
É bem capaz que todos eles tenham sido nomeados pro Supremo por uma canetada de FHC…
Ou talvez Cascavel diga que foi o malvado Dr. Moro que fez a cabeça destes cinco ministros e influenciou o voto de cada um deles…
Vamos festejar esta excelente notícia deste final de tarde da terça-feira com um samba.
http://www.luizberto.com/

Nenhum comentário: