sábado, 6 de agosto de 2016

UM DIA NA HISTÓRIA: 6 DE AGOSTO

06 de Agosto de 1966: Inauguração da Ponte sobre o Tejo, actual Ponte 25 de Abril



Só foi inaugurada a 6 de Agosto de 1966 a ponte que começou a ser idealizada em 1876 pelo engenheiro Miguel Pais. Que,  na altura, sugeriu que esta ligação entre as duas margens do Tejo se fizesse entre Lisboa e o Montijo. A actual Ponte 25 de Abril, baptizada no dia da inauguração como Ponte Salazar, em homenagem ao presidente do Conselho de Ministros que governava o País, ainda foi preterida pela vontade de se fazer uma ligação em Vila Franca de Xira, e foi assim que nasceu a Ponte Marechal Carmona, em 1951.
No ano de 1953 o Ministério das Obras Públicas constituiu uma comissão com o objectivo de estudar a viabilidade técnica e financeira da construção de uma ponte sobre o Rio Tejo em Lisboa.
Em 27 de Abril de 1959 foi aberto um concurso público para a construção de uma ponte entre Alcântara e Almada, provida na parte superior de um tabuleiro para a circulação rodoviária e na parte inferior de um outro para a circulação ferroviária. Mais tarde as autoridades portuguesas decidiram que a Ponte fosse inicialmente construída apenas para a circulação rodoviária sendo no entanto preparada para numa segunda fase ser instalado o tabuleiro ferroviário.

Em 9 de Maio de 1962 foi efectuada a adjudicação definitiva da obra com a empresa líder do Consórcio, a United States Steel International (New York), Inc.

Em 5 de Novembro de 1962, iniciaram-se os trabalhos de construção da Ponte e acessos rodoviários.
O projecto da ponte Suspensa foi da autoria do Gabinete de Engenharia de Nova Iorque, Steinman, Boynton, Gronquist&London com intervenção do Gabinete da Ponte sobre o Tejo e Laboratório Nacional de Engenharia Civil.
A ponte foi inaugurada no dia 6 de Agosto de 1966, do lado de Almada, na presença das mais altas individualidades portuguesas, entre as quais o Presidente da República, Almirante Américo  Tomás, o Presidente do Conselho, António de Oliveira Salazar e o Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Gonçalves Cerejeira, passando a ser chamada Ponte Salazar (ainda que a sua designação legal se mantivesse como sendo Ponte Sobre o Tejo), em honra ao Presidente do Conselho.
O seu custo rondou, preço à época da sua construção, o valor de dois milhões e duzentos mil contos, o que corresponde, sem ajustes à inflação, a perto de 11 milhões de euros. Logo a seguir à Revolução de 25 de Abril de 1974, o seu nome foi mudado para Ponte 25 de Abril.
Fontes: 
wikipedia (Imagens)
DN

Inauguração da Ponte Sobre o Tejo com o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Gonçalves Cerejeira preparando-se para benzer a obra
Inauguração da Ponte Sobre o Tejo com o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Gonçalves Cerejeira preparando-se para benzer a obra

Ficheiro:Ponte25Abril1.jpg
Fonte: http://estoriasdahistoria12.blogspot.com.br/

Nenhum comentário: