sábado, 6 de agosto de 2016

QUE VENHAM AS OLIMPÍADAS


Amanhã é a solenidade (cerimônia) de abertura das Olimpíadas, tão aguardada e esperada, embora já tenha começado ontem com os jogos do futebol feminino. Dizem que é por adequação dos grupos no calendário, não dá para "comprimir" os jogos no curto espaço de tempo, 16 dias, passando para 18. Sob o ponto de vista organizacional é uma bela falha, quase imperdoável! Abertura é abertura!
Mas o que traz de positivo esta maratona de competições, daqui uns dias de hora em hora, estendendo até seu término, no dia 21 de agosto?
Pão e circo regem as "enganações" das quais os políticos são mestres e doutores. No nosso caso, o pão se resume no "bolsa família"; quanto ao circo, Olimpíada é bem questionável!
Olimpíada e Copa do Mundo custam os olhos da cara, jogam para segundo plano muitas outras prioridades. E o legado disto tudo, existe? É difícil e complicado qualquer "devaneios" a respeito!
A politicagem, de olho no seu umbigo, na sua vaidade (quase ia dizendo "viadagem") visa outros "alvos", como o superfaturamento e propina consequente, estas coisas abomináveis, mas "impregnada" na "cultura do meu primeiro".
A gente fica aqui apreensivo, torcendo para que tudo dê certo, e que o mundo nos olhe positivamente, que nosso conceita suba nas avaliações e não se resuma nas primeiras impressões ruins que tiveram como instalações inadequadas, inacabadas, depredadas, saqueadas, destruídas, parecendo que "black bloks" deram uma "passada" por ali.
Sob o ponto de vista financeiro, as Olimpíadas são bem mais caras do que a Copa do Mundo. Veja a quantidade de blocos residenciais construídos somente para abrigar as delegações estrangeiras?
Como o Rio de Janeiro é a pupila reluzente do mundo, estas instalações poderão ser vendidas com lucro mais adiante, mas imagine o quanto de trabalho e planejamento foram "dispendidos" para a execução deste projeto megalomaníaco!!!
Mas o Brasil, ou melhor, seus políticos vaidosos como nunca, não estão nem aí, o "negócio" e abraçar a causa e seja o que deus quiser, depois a gente pensa e decide o que fazer, dá-se um jeito!
Assim, meio sobressaltados e com medo de que aconteça o pior, vamos "mergulhar" de cabeça, torcer para vencermos aquelas competições de que somos "favoritos" e que os chineses que disseram "já vai estar de bom tamanho voltarmos vivos", e que os australianos revejam a má impressão que tiveram e que a venezuelana não venha com este assunto de golpe que não lhe pertence e não sabe de nada a respeito, e que outros que fizeram críticas destrutivas reavaliem seu conceito.
E vamos que vamos!!!

Nenhum comentário: