domingo, 14 de fevereiro de 2010

DICAS PARA QUEM EM ESPORÃO DE CALCÂNEO

- Não saia dias seguidos com o mesmo sapato,
pelo menos altere com + 1,
assim obriga a pisar de forma diferente.

- Ao acordar, antes de lembrar "Quem sou, onde estou",
antes de se mexer, mexa seus pés por 1 (um) minuto,
depois se mexa: Exercícios CIRCULATÓRIOS.

Nunca se levante, ponha seu peso sobre seus pés sem "aquecer" suas pernas,
sem fazer circular o sangue por elas.

- Tenha calcanheiras de silicone ou borracha para pôr dentro de sapatos,
mas saiba que não será isso que vai salvar.
- Se possível, tenha tênis com proteção p/ impactos.

- Se estiver acima do peso, tente comer pelo menos um pouco menos.
- Caminhe.

Nem fique sentado o tempo todo,
nem deitado,
nem caminhe demais sem parar para descansar.

- Remédios como cortisona só devem ser usada em casos excepcionais,
eles não curam ninguém, só camuflam a dor.
- Faça exercícios de ALONGAMENTO com seus pés,
até mesmo na hora da dor:
estique bem a ponta do seus pés para a frente,
depois estique bem,
o + que puder,
os seus calcanhares para a frente e para os lados.

Quando chegar em casa com muuuita dor,
coloque os pés dentro de uma bacia com água morna,
movimente os pés,
passe depois a parte dolorida por algo como rolo de macarrão,
ou garrafa de cerveja das antigas (cuidado pra não quebrar),
passe, role com gosto,
no primeiro momento parece que dói +,
mas a dor vai se espalhando e diminuindo.

Ponha as pernas para cima,
pode deitar no chão e encostá-las na parede.
Durma com as pernas sobre uma almofada.

Há esperança de passar a dor.
Quando começa levemente 1 recaída,
faça algumas dessas coisas e passa. Boa sorte.

Agora vou lhe passar a minha experiência, depois de muito sofrimento e cura total.
1. Use a palmilha de silicone especial (tem um buraquinho exatamente no ponto do esporão).
2. Não use calçado sem salto. Tem que ter um saltinho, deslocando o ponto de apoio para os metatarsos.
3. Toda noite coloque os pés em água morna com sal grosso por meia hora, antes de dormir.
4. Faça uma automassagem dos pés (chama-se reflexologia) todos os dias, usando um gel forte de arnica.
5. Procure na internet, ou com um profissional de "consciência corporal ou postural" e aprenda a andar direito e a ficar em pé direito. É importante usar os 5 metatarsos (dos pés, é claro) e fazer bastante treino com os dedos dos pés, o que tira grande parte da pressão sobre o calcãneo.
CUIDE COM BASTANTE CARINHO DOS SEUS PEZINHOS! Afinal, são eles que sustentam todo o seu corpo! Boa sorte e Deus ajude você!

Fonte: http://www.lookfordiagnosis.com/

ESPORÃOCALCÂNEO
Sou corredor há muitos anos e tenho 58. Depois de curado de uma fasciíte plantar, muita fisioterapia durante meses, ainda não voltei a correr. Como resultado tenho um esporão na parte dianteira do calcâneo e por isso gostaria de saber que cuidados devo ter na volta às corridas. O médico recomendou palmilha com furo no meio. Tenho feito os alongamentos recomendados e não tenho mais dor nenhuma. O esporão vai me impedir de correr? Essa palmilha vai resolver? Terei que fazer cirurgia? O médico que me atende não é corredor e não entende a importância da corrida para quem a pratica, e é mais fácil ele dizer, como já disse: "faça outro esporte, bicicleta, natação".
Roberto Pederneiras, Rio de Janeiro, RJ

Realmente para aqueles que não correm é muito mais fácil dizer para fazer outro esporte do que tentar buscar uma solução para o problema. Pelo seu relato você está muito bem encaminhado, não tendo mais dor e realizando seus alongamentos religiosamente. Como você mencionou, seu problema foi a fasciíte plantar, uma inflamação da faixa de tecido conjuntivo na planta do pé, mais freqüentemente acometida em sua origem junto ao osso do calcanhar (calcâneo), que traz como conseqüência a formação do esporão de calcâneo pela repetida força de tração nesta região, e que permanecerá em seu pé infinitamente. Porém, na maior parte das vezes não é o esporão que dói, e sim a degeneração da fáscia plantar. Não creio que isto vai impedi-lo de correr, mas terá que sempre alongar seus pés, utilizar uma calcanheira sem furo no meio, pois seu objetivo é apenas elevar a parte de trás do seu pé em relação à parte da frente, evitar andar descalço ou com sandálias baixas, e utilizar massagens de gelo diariamente no região.Não vejo a cirurgia como uma alternativa ao seu problema.

Fonte: http://www.revistacontrarelogio.com.br

Nenhum comentário: