quarta-feira, 1 de julho de 2009

ELES MORRERAM JOVENS (DA REVISTA VEJA)

Radicada no Brasil, a portuguesa Carmem Miranda morreu aos 46 anos, em 1955, de infarto. Ela sofria de depressão e dependência química. (Divulgação)
Após sucessivos escândalos, a cantora Maysa morreu aos 40 anos, em 1977, vítima de um acidente de carro. (Jorge Butsuem)
Tida como a maior cantora do Brasil, Elis Regina morreu em 1982, aos 36 anos, quando misturou uísque e cocaína. (Carlos Namba)
O músico Raul Seixas tinha problemas com drogas e bebidas, e morreu aos 44 anos, em 1989. (Luizinho Coruja)
Cazuza, o primeiro artista brasileiro a admitir que tinha aids, morreu em 1990, aos 32 anos, em decorrência da doença. (Sérgio Borges)
Em 1994, aos 34 anos, o tricampeão mundial Ayrton Senna não resistiu ao acidente no Autódromo de Ímola, na Itália. (Agência Estado)
Renato Russo morreu em decorrência da aids, em 1996. (Ricardo Siqueira)
No mesmo ano, todos os integrantes da banda Mamonas Assassinas, fenômeno musical na época, morreram em um acidente de avião. (Ricardo Correa)
Em 2002, a morte de Cássia Eller, aos 39 anos, levantou suspeitas de que a cantora sofrera uma overdose de drogas. (Divulgação)

Nenhum comentário: