sábado, 1 de agosto de 2015

ÚLTIMAS NOTÍCIAS ( RICARDOORLANDINI.NET)



Últimas notícias

PERDÃO, DESCULPA...

Resultado de imagem para perdão
Perdão foi feito pra gente pedir (disse o poeta-cantor)!
Ah! se fosse tão fácil assim! Tanto pedir quanto perdoar é tão difícil quanto!
Quando o motivo do perdão fica no campo sentimental, e, dependendo da carga de emoção (é até possível), e, se o motivo foi além da conta, fica uma ferida aberta ou uma cicatriz permanente e perdoar fica quase impossível.
O tempo pode apagar ou consolidar ainda mais a ferida aberta, mas, aquilo que ficou de vez, impregnada na mente, fica díficil de digerir e de absorver.
Na maioria das vezes a falta de perdão é proporcional ao tipo de maldade "praticada", se foi física ou mental, ou de caso pensado, aí o perdão corre longe, inalcançável.
Quem nunca teve uma decepção tão grande que nenhuma desculpa ou pedido nenhum de perdão logrou êxito?
Trair, sei lá, não causa tanta ferida assim, sempre tem um jeito, um ombro amigo, alguém que vai suprir aquele deslize, mas a confiança plena, aquela em que você aposta tudo na pessoa, esta não tem volta!
A primeira reação de quem é traído é tentar se vingar como se isto fosse resolver alguma coisa. Muito, ao contrário, faz é piorar de vez e colocar uma inimizade como resultado final.
(Me veio a lembrança do que escrevi intitulado "Mulher", onde narro o que o cantor Leonardo disse no "Programa do Faustão" que "mulher não trai, mulher vinga"!)
Ninguém deve (ou pode) se entregar incondicionalmente a alguém, principalmente porque ninguém é perfeito, e, nos dias de hoje, do jeito que as coisas andam, até as pessoas mudam, o conceito, o comportamento. E viver a dois é um desafio, tantas são as adversidades e as divergências.
Há certos desentendimentos que o tempo não apaga nem "transporta" para longe, fica uma chaga tão grande e marcante que as pessoas nunca mais se falam, ficam de mal para todo o sempre, nada as faz voltar atrás, perdoar!
Quando é mais grave, o que podemos chamar de injúria e difamação, que pode chegar às raias da justiça, com desfecho pior ainda, aí é que a coisa "pega"! Principalmente se for falso testemunho!
O peixe morre pela boca, e, falando pelos cotovelos, diz o que quer e ouve o que não quer!
Tem certas maldades feitas de propósito, invasão de propriedade, uma ofensa daquelas difíceis de engolir, prejuízo financeiro feito de caso pensado e planejado, aí não tem como apaziguar, sobra até para quem tentar ser intermediário entre as partes...
Assim, perdão depende do malfeito, da cicatriz deixada, da ferida aberta e exposta, há males que nada faz desaparecer... 
Tem gente com quem nosso espírito não bate, não combina, a gente se afasta "de graça", sem motivos. E é melhor assim!
Perdão depende da "condenação", da penalidade "aplicada", se deixou "rastros" bastante evidente e significante.
Não é fácil relevar, fazer de conta que não houve nada!
Se houve falta de respeito, falta de "pensar" antes de ofender, não existe outra maneira a não ser ignorar a pessoa pro resto da vida! Para todo o sempre!
Perdoar, de toda forma, não é fácil não. Por mais que a gente procure jogar no esquecimento, fica sempre "um pouco de perfume nas mãos de quem oferecem rosas", mas pode permanecer "fragmentos" na alma, sempre vai ressurgir, brotar, quando a lembrança vier à tona. Lembranças que costumam vir com mais força do que de costume!
Não é brinquedo, não!

RESENHA EM CHARGES - (A CHARGE ONLINE)


Charge de Amarildo (Gazeta)

Esta charge do Amorim foi feita originalmente para o

Esta charge do Newton Silva foi feita originalmente para o
Folha de S. Paulo

Esta charge do Duke foi feita originalmente para o

Esta charge do Duke foi feita originalmente para o

AGENDA DE JOGOS (UOL) - CLIQUE

http://esporte.uol.com.br/futebol/agenda-de-jogos/

DIA MUNDIAL DO ORGASMO: É HOJE!

https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpt1/v/t1.0-9/